Como reduzir a carga tributária na sua empresa: conheça 7 formas legais

por Carmelita Sampaio – Gerente de Comunicação na Bessa

Todo(a) empresário(a) sabe que o Brasil possui uma quantidade enorme de tributos, que são, muitas vezes, imobilizantes. Por isso, a pergunta de como reduzir carga tributária é uma constante na vida de empreendedores de todos os tipos. 

Não é tarefa simples! Mas, existem formas de fazer isso sem erros e, claro, dentro da lei. Confira quais são algumas dessas formas, abaixo, e veja quais delas é possível colocar em prática no seu negócio! 

1. Organize a sua empresa

O fator mais essencial para tomar qualquer atitude dentro da sua empresa é organização. Ela tem todos os documentos necessários para funcionar? Você conhece a realidade financeira da sua empresa? 

Só tendo controle total sobre esses aspectos é  que você poderá pensar em como diminuir a carga tributária. Para isso, você precisa contar com bons gestores e uma equipe qualificada, para que as decisões possam ser tomadas com base em dados exatos e análises confiáveis.

2. Não misture as contas pessoais com as da empresa

Não misture uma com a outra! A sua empresa pagará mais impostos e terá prejuízos, porque a gestão ficará prejudicada e a tributação maior. Ocasionando aumento dos impostos, relatórios financeiros errados etc.

Com contas bancárias separadas, você não prejudica o fluxo de caixa e não será induzido a erros nas tomadas de decisões, já que o demonstrativo financeiro será confiável.

3. Terceirize sempre que for possível

A especialidade da sua empresa é o mais importante, as outras atividades podem ser terceirizadas. Se não é essencial, terceirize. Com mais funcionários, você tem mais impostos e obrigações a pagar. 

Faça um estudo sobre as áreas que podem ser terceirizadas, como por exemplo: contabilidade, limpeza, marketing. Com isso, você terá profissionais qualificados trabalhando para a sua empresa, sem ter custos com contratação, férias, 13º, demissões, equipamentos etc.

4. Escolha o melhor enquadramento jurídico para reduzir a carga tributária 

No início de cada ano, as empresas podem verificar se existe um melhor enquadramento jurídico para se encaixar. Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido? Os impostos a serem pagos serão definidos a partir dessa escolha, podendo possibilitar uma redução significativa da carga tributária. 

Para escolher um enquadramento mais adequado, é importante conhecer bem o seu negócio, a análise orientada da legislação, a melhor forma de pagar os impostos, as isenções, as compensações, entre outros. Portanto, o mais seguro é que essa etapa seja feita com o auxílio da sua contabilidade.

5. Planeje estratégias para reduzir os seus tributos

Para fazer isso, também, é necessário o auxílio de profissionais que conheçam a legislação e a sua empresa. Só eles poderão lhe dizer qual é o regime tributário mais adequado ou mudar processos que possibilitarão economia dentro do mesmo enquadramento.

Estudando as leis, verificando o que pode ser feito e planejando estratégias para reduzi-los, licitamente. Sabendo quanto e onde gastar, você pode economizar com segurança, já que tem o controle do seu fluxo de caixa e do balanço de sua empresa. 

6. Fique atento aos benefícios fiscais

Os benefícios fiscais são alguns auxílios, isenções, abatimentos e deduções concedidos pelas esferas federais, estaduais e municipais. Analise as legislações e descubra se existem vantagens para a atividade de sua empresa. Ficar atento a esses benefícios é uma boa forma de economizar nos tributos, como por exemplo: contribuição para o PIS, CSLL. IPI e IRPJ. Em alguns estados e prefeituras, é possível conseguir isenção ou redução do ICMS e, ainda, isenção total ou parcial, por um período, do IPTU e ISSQN.

A sua empresa pode, em troca de ações, investimentos em áreas específicas ou participação em programas do governo, que incentivam a cultura, a educação ou a responsabilização e conscientização social, conseguir isenção do imposto de renda e da contribuição social.

7. Reduza o pró-labore e aumente a divisão anual de lucros

Você sabia que pode reduzir o pró-labore e, assim, baixar o valor do imposto de renda e da contribuição previdenciária? A ideia é diminuir seu valor e aumentar a divisão anual de lucros, que não tem incidência do imposto de renda.

Essa estratégia está totalmente dentro da lei e será mais uma economia para a sua empresa.

Tenha sempre em mente que estudar as formas de como reduzir a carga tributária e colocá-las em prática só é possível quando há organização e controle sobre todos os detalhes da empresa. Com dados exatos em mãos, você poderá avaliar quais opções são viáveis dentro da realidade do seu negócio. E, para garantir a segurança e o cumprimento de leis na execução dessas estratégias, nunca deixe de consultar a sua contabilidade!

Você já pôs em prática algum desses passos para a redução legal de tributos que sua empresa paga? Conte para a gente nos comentários!